sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Seu Glorioso Amor...Uma cantata para tocar seu coração!


Nos próximos dias 25 e 27, estaremos apresentando a belíssima cantata de natal "Seu Glorioso Amor" no Templo Central da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Belém-PA. Com criação de Randy Vader e arranjos de Jay Rouse e Camp Kirkland, a cantata conta a história do nascimento de Jesus e, através de lindas canções, fala das maravilhas de Deus e seu plano para enviar ao mundo o Salvador.

Seu Glorioso Amor é um belo espetáculo e ao mesmo tempo uma oferta agradável ao nosso Deus! Participação do Coral Jovem e Orquestra do Templo Central, com direção de Isac Almeida; cenários de Cibelle Gemina e direção musical e regência de Moisés Pena. Mais de 100 pessoas envolvidas nesse projeto com único objetivo: ofertar a Deus excelência e gratidão pela vinda do nosso Salvador e oferecer a você uma exepriência única, o nascimento de Jesus em seu coração! Você é o nosso convidado!

Um Feliz Natal abençoado para todos!!!
Expediente:
Cantata de Natal "Seu Glorioso Amor"
Coral Jovem e Orquestra do Templo Central
Data: 25 e 27/12/10
Local: Igreja Evangélica Assembléia de Deus, Tv. 14 de Março, 1511 Bairro Nazaré,
Belém-PA
Hora: 19h

ENTRADA FRANCA

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Ficando velho.....velho?

Paz,

Hoje estou virando uma página da minha vida. Muitas experiências, momentos alegres, outros tristes...Coisas que o tempo leva e não voltam mais.... Caramba! Que conversa mais cheia de poeira! Parece que estou completando 70 anos. Não!!! São apenas 30!! (Risos).

Existem dois momentos na vida que me deixam bastante pensativo: viajar de avião e data de aniversário. O primeiro devido ao fato de que, lá em cima a 11.000 metros de altura, não estamos no controle de nossas vidas (ou pelo menos é o que o ser humano está tentando fazer desde o "iluminar das idéias"). Graças à Deus e a perícia dos bons pilotos, todos os vôos que já voei foram excelentes.

O outro momento é mais especial, é muito mais relevante. É o dia em que, muito mais do que em outros, me levando para agradecer a Deus pela vida e por tudo o que Ele tem feito por mim. Ainda mais quando penso que 30 anos tem passado e até aqui Ele nunca me deixou só. Desde a minha concepção até este momento a frente do laptop escrevendo este post. Sou grato... sou grato... sou grato a ti meu Deus...!

A atitude de gratidão poderia ser comparada àquela pequena válvula da panela de pressão. Por isso existem muitas pessoas à beira de uma explosão de nervos. Agradeço não somente a Deus mais também as pessoas maravilhosas que ele colocou na minha vida. A começar pelos meus pais, Ana e Raimundo Pena. Pais incansáveis, incríveis, servos de Senhor, que me ensinaram o caminho que deveria andar. Obrigado pai, obrigado mãe por tudo que vocês fizeram por mim, por acreditar em mim, mesmo quando nem eu conseguia.

Mãe, suas lágrimas nunca caíram no chão quando em oração você sempre intercedeu por mim. Deus não poderia me dar melhor mãe do que você...!

Pai, exemplo de homem trabalhador, temente a Deus, sempre comprometido com o trabalho do Senhor. Mesmo nas grandes dificuldades das nossas vidas, você sempre nos fez rir. "Óxi" que o diga...(Risos)

Aos meus irmãos, Toni e Lia. Amo vocês por terem cuidado de mim como o irmão caçula de vocês. Eu sei que as vezes eu aborrecia, porém irmão mais novo é pra isso mesmo....(Risos)

Aos meus amigos que ao longos desses 30 anos de vida estiveram ao meu lado, curtiram momentos de emoção, de tristeza, de gargalhadas. Sou grato pela vida de vocês. São tantos que tenho medo de esquecer alguém. Desde os que cresceram junto comigo, na igreja, no conservatório Carlos Gomes, nos tempos de congresso jovem na Terra Firme. Outros que fiz no Templo Central, como também os que me receberam com muito carinho durante os anos que morei em Nova Yorque. Até os novos amigos que tenho aqui em Belo Horizonte. Vocês são demais!!!

E por último, porém não menos especial (alias, mais que especial!), à minha mulher Angélica. Não sei o que seria de mim sem você ao meu lado. Você me completa. Você me faz ser uma pessoa melhor. Você realiza o meu sonho; chegar em casa e me sentir dentro do meu reino, onde as dificuldades e oposições da vida não importam, pois estou no meu palácio com a minha rainha. Sua opinião sempre será importante. Seu olhar sempre indispensável. Completar 30 anos de idade ao se lado se tornou muito mais que especial....!!!!!

Sou grato a todos vocês e a ti meu Deus!


Moisés Pena

sábado, 4 de dezembro de 2010

Oboé do Brasil, CD de José Medeiros


Recordo com boa memória do meu primeiro contato com José Medeiros, tão conhecido como Bobó. Era 1998, entrei na antiga sala do maestro aos fundos da Sala Ettore Bosio no Conservatório Carlos Gomes e me apresentei dizendo que seria seu aluno de oboé. Ele abriu aquele sorriso inconfundível e agradável que todos conhecem e me recebeu super bem. Desde de então, Bobó tem sido um grande conselheiro, educador, amigo. Inúmeras palhetas que ele me deu e outras tantas que estraguei logo nas primeiras semanas de uso (Risos). A primeira peça que toquei em orquestra foi Finlândia de Sibelius, eu fazia 2o. oboé e o Bobó 1o. Ele sempre foi paciente e ao mesmo tempo visionário com este novo pupilo! Trabalhar com ele sempre inspirou confiança e determinação, e isso tem sido indispensável na minha vida profissional. Lembro também do Festival de Música de Brasília no ano de 2000, em que a minha participação só foi possível porque ele pagou a minha passagem de ônibus. Outros momentos inesquecíveis no Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza (CE) onde tive aulas com ele.Tem coisas que a gente nunca esquece...! Depois de 12 anos de amizade, Bobó continua o mesmo, essa pessoa camarada, incrível, dedicada no que faz e exigente com qualidade!


Após o lançamento do CD "Brincandeira a cinco" do Quinteto Brasília, do qual é integrante, Bobó acaba de lançar o seu mais novo e inédito trabalho, o CD Oboé do Brasil. Este registra a produção de uma nova geração de compositores brasileiros interpretados pela genialidade do Bobó. O CD inclui peças de:

Sergio Nogueira - Sonatina para oboé e piano

Liduíno Pitombeira - Goyazes, Op. 147 para oboé e quarteto de cordas

Rodrigo Lima - Pontos e Linas, para oboé e percussão
- Concertino para oboé e cordas

Estércio Marquez - Três movimentos para oboé solo

Marcos Cohen - Sonata para oboé e piano

Para ouvir as peças, clique aqui

É com grande alegria que recebemos este trabalho que irá inspirar oboístas, instrumentistas, compositores e amantes da boa música. Grande sucesso pra você Bobó. E bote pra torá!!!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

A Autopsia do Brega como você nunca viu

Estive recentemente no Rio de Janeiro para uma apresentação e fui muito bem recebido pela minha querida amiga Lúcia Moreira. Nós somos amigos de longas datas, estudávamos juntos no Conservatório Carlos Gomes em Belém-PA. Hoje somos dois paraenses vivendo longe da nossa terrinha.

Fiquei hospedado na casa dela e logo no primeiro almoço começaram os comentários sobre o jeito paraense de ser, como sempre acontece quando conterrâneos se encontram fora de sua terra natal. Então ela me mostrou esse vídeo em que o humorísta e apresentador do programa 15 minutos da MTV, Marcelo Adnet faz imitações sobre o Brega, ritmo típico do Pará.

O Brega não é uma preferência, nem tão pouco uma influência musical pra mim, porém não posso negar a identidade que o mesmo tem com a cultura popular paraense. Por isso me diverti tanto assistindo esse vídeo. É uma verdadeira autopsia do Brega!


Sexteto de 7 no V Fórum Bienal de Pesquisa em Artes

Da esquerda para direita: Herson, Jonathan, Paulo, Humberto, Sóstenes e Moisés. Adriana na câmera (risos)

Os últimos dias tem sido de muito trabalho! De volta a BH depois de empolgante concerto do nosso Sexteto no 48o. Festival Villa-Lobos no Rio de Janeiro, retorno à minha amada Belém do Pará para apresentação do grupo no V FÓRUM BIENAL DE PESQUISA EM ARTES.

O V Fórum é um espaço institucionalizado de debates e de socialização de pesquisas nas diversas linguagens artísticas realizadas por profissionais da Universidade Federal do Pará e de outras IES, assim como por aqueles vinculados a instituições de Ensino Básico e Profissional.

O evento visa, por meio de discussões, reflexões, comunicações e performances, repassar à comunidade e, em especial, à classe artística, os resultados das pesquisas desenvolvidas intra e extra academia, estabelecendo um diálogo que permita maior inserção da universidade na sociedade.

O Fórum possibilita aos participantes e à comunidade vivenciarem experiências pedagógicas, estéticas, críticas, formacionais e éticas no domínio da arte, desde a sua implantação, no ano de 2002.

Fonte e mais informações: www.forumpesquisaemarte.ufpa.br


Nós, do grupo Sexteto de 7, estamos felizes com o convite para participar deste evento. Uma vez que, entendemos a importância do debate, o levantamento de questões e propostas para as artes, estabelecendo importante comunicação entre o meio acadêmico e a sociedade.


Expediente:

Sexteto de 7 no V Fórum Bienal de Pesquisa em Arte

Local: Igreja de Santo Alexandre (Largo da Sé, Cidade Velha - Belém-PA)

Horário: 20h

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Na estrada novamente! Desta vez com o Sexteto de 7


Após três excelentes concertos com a Filarmônica de Minas em São Paulo, estou mais uma vez na estrada (ou melhor, voando..!) para uma importante apresentação com o meu grupo Sexteto de 7, no Festival Villa-Lobos no Rio de Janeiro. Além deste concerto, o sexteto também se apresenta na minha querida e saudosa Belém do Pará. É sempre muito bom voltar à terra natal, por isso já liguei pra minha mãe e a dieta com peixe frito e açaí por 3 dias já está garantida!!!
Assim que eu retornar à BH, postarei os detalhes da viagem à São Paulo com a Filarmônica, como também as apresentaçóes do sexteto.

Espero rever os meus amigos no Rio e em Belém para os concertos do Sexteto de 7. Estão todos convidados!
Mais informações sobre o Sexteto no Festival Villa-Lobos, clicar aqui

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Em ação na Sala São Paulo

Olá,

Estou em São Paulo para o concerto com a Filarmônica de Minas Gerais, por isso estou sem tempo para escrever, porém gostaria de registrar como está sendo gratificante e emocionante tocar num dos mais prestigiados palcos brasileiro da música clássica. Grande maestros, solistas, renomadas orquestras de várias partes do mundo vem à Sala São Paulo todos os anos para apresentações de altíssimo nível. Estar aqui e oferecer o excelente trabalho da nossoa orquestra ao público paulistano é uma excitante e alegre experiência. Todos estão convidado a virem à Sala São Paulo para o concerto da Filarmônica de Minas. Mais informações, clicar aqui

domingo, 14 de novembro de 2010

Paraense é a nova Menina Fantástica!

Tayná Carvalho é a grande vencedora da segunda edição do concurso Menina Fantástica 2010. Depois de passar por cinco provas, a paraense de 18 anos obteve a confiança dos jurados e do público, conquistando 52%dos votos pelo telefone e pela internet. Além do prêmio de R$ 500 mil em contratos publicitários com a agência Mega Models, a representante da cidade de Belém do Pará embarca nesta segunda-feira (15) para Milão, na Itália, onde vai conhecer as coleções da moda outono-inverno.


Meu comentário: Que alegria Tayná traz a todos nós paraenses! Isso demonstra que existe talento fora do eixo sudeste-sul. Com grande alegria desejo sucesso à Tayná em sua nova carreira, porém não tenho certeza se ela encontrará um bom açai em Milão. Ah! Ela é modelo, não pode tomar......(Risos)

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais se apresenta na Sala São Paulo

Na próxima semana, entre os dias 18 e 20 de novembro, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais deixa os palcos mineiros para se apresentar em São Paulo, integrando a Temporada 2010 da Osesp. O programa escolhido para os concertos presta homenagem ao centenário do compositor norte-americano Samuel Barber, com a execução do seu Concerto para Violoncelo, tendo o alemão Alban Gehardt, um dos mais requisitados violoncelistas do mundo, como solista convidado.

O concerto tem início com Abertura da obra O Corsário, do francês Hector Berlioz. Compositor romântico do século XIX, Berlioz nasceu na França e representava a forma mais emocional do Romantismo alemão, ao estabelecer uma voluntária confusão entre o real e o imaginário. Essa característica é marcante na obra O Corsário, que foi criada em 1931 e teve versão final em 1855, com o título homônimo da obra do escritor inglês George Gordon Byron.

Em seguida, Filarmônica e Alban Gehardt interpretam o Concerto para Violoncelo e Orquestra de Samuel Barber. Considerado um dos maiores compositores norte-americanos, Barber também se consagrou como intérprete talentoso e grande pianista e cantor. Seu Concerto para Violoncelo e Orquestra foi encomendado pelo maestro da Orquestra Sinfônica de Boston, Serge Koussovitzky. Na estreia, a peça foi tocada pela própria artista para qual a obra foi composta, Raya Garbousova. Na época, Raya estava no auge de sua carreira e a composição impressionou pela dificuldade técnica e belos efeitos idiomáticos para o instrumento.

Nascido em Berlim, desde muito jovem Gerhardt já demonstrava enorme talento musical e habilidade tanto com o violoncelo quanto com o piano. Com um extenso número de concertos (já se apresentou com mais de 160 orquestras pelo mundo), Gerhardt também é um artista de gravações premiadas. Recebeu o Midem Classic Awards por seu CD com concertos de Enescu, Dohnány e d’Albert e foi premiado três vezes com o ECHO Classic Prize pelo CD com sonatas de Max Reger, ao lado do pianista Markus Becker, com a gravação do Concerto para violoncelo nº1 de Rubinstein e CD de sonatas de Brahms com o pianista Markus Groh.

Danças Sinfônicas, última obra composta pelo russo Sergei Rachmaninoff, encerra a apresentação. A composição é vista como um mergulho nas lembranças da antiga Rússia, cidade natal do artista. Composta em 1940, a última obra da vida de Rachmaninoff é um resumo de sua carreira como compositor e ficou conhecida por sua grande vitalidade rítmica e lirismo intenso.

Programa
Fabio Mechetti, regência
Alban Gerhardt, violoncelo

BERLIOZ . O Corsário: Abertura, op. 21
BARBER . Concerto para Violoncelo, op. 22
RACHMANINOFF . Danças Sinfônicas

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE MINAS GERAIS

TEMPORADA 2010

Concertos na Sala São Paulo – Temporada Osesp
SALA SÃO PAULO
18, 19 e 20 de novembro de 2010
- dia 18 (21 horas, série Carnaúba, ingressos entre R$20 e R$50)
- dia 19 (21 horas, série Paineira, ingressos entre R$20 e R$50)
- dia 20 (16h30, série Imbuia, ingressos entre R$20 e R$50)

sábado, 6 de novembro de 2010

Sexteto de 7 no Festival Villa-Lobos 2010


No período de 12 a 28 de novembro acontece no Rio de Janeiro o 48º Festival Villa-Lobos, evento de maior tradição no circuito musical brasileiro. O festival propõe a divulgação da obra de Villa-Lobos como também de outros compositores. Composto de concertos de música sinfônica, de câmara e espetáculos de música popular, o festival é uma excelente oportunidade do público conhecer e apreciar a rica produção musical brasileira. Serão 60 apresentações divididas nos cinco locais onde o festival acontecerá: Museu Villa-Lobos, Espaço Tom Jobim, Jardim Botânico, Centro Cultural Santa Cruz e Casas Casadas. Entre os diversos artistas residentes, o Sexteto de 7 se apresenta no dia 28 no encerramento do festival.

O grupo tem recebido importante destaque no cenário musical desde a sua fundação em dezembro de 2009. Com pouco menos de 1 ano de formação, realizou apresentações na Sala Ettore Bosio da Fundação Carlos Gomes em Belém-PA. Recentemente se apresentou 34º Enarte - Encontro de Arte - da Universidade Federal do Pará e no XX Congresso da ANPPOM (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) em Florianópolis.

Entre as peças a serem executadas no festival, destaque para a Valsa Santarena No. 88 para quinteto de sopros e piano do compositor paraense Vicente Fonseca, peça dedicada ao grupo.

Expediente:

Concerto de Música de Câmara - Sexteto de 7

Flauta - Jonathan Miranda
Oboé - Moisés Pena
Clarinete - Herson Amorim
Fagote - Paulo Porto
Trompa - Sóstenes Siqueira
Pianos - Adriana e Humberto Azulay

Programa:

Francisco Mignone - Seis Prelúdios e Um Enigma

Radamés Gnattali - Sonatina a 6

Villa-Lobos - Choros No. 2 para flauta e clarinete

Vicente Fonseca - Valsa Santarena No. 88

Albert Roussel - Divertissement

Jean Françaix - L'heure du Berger

Local: Museu Villa-Lobos (Rua Sorocaba, 200 - Botafogo) Tel.: (21) 2286-3097
Hora: 18h
ENTRADA FRANCA

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Existe luz no fim do túnel?


O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz. Isaías 9. 2


Ao analisar o texto, talvez você pergunte: Que povo era esse que andava no escuro? Que região era essa? O texto acima refere-se ao povo da região da Galiléia, antes conhecida como Zebulom e Naftali, situada ao norte de Israel. Israel era o povo de Deus, a nação escolhida por Ele, porém era governado pelo rei Peca que; não evitando o trocadilho do seu nome, era um péssimo governante e desonrava a Deus.

Este local foi invadido por Tiglate-Pileser, rei da Assíria, cerca de 700 anos antes de Cristo. Ele levou os cidadãos presos e devastou a região. Este foi o início da queda de Israel, que se completaria com a invasão do rei da Babilônia mas tarde.

Esta região foi completamente arrazada e sua história nunca mais foi a mesma...

Muitas vezes, ainda que por nossas próprias atitudes, nos encontramos em situações complicadas, de verdadeira tragédia, onde nossa vida é totalmente alterada, sendo difícil levantar a cabeça e dar a volta por cima. Você lembra de alguma situação da sua vida em que esse estado de derrota se aplicaria? Você está num momento assim?

Porém algo especial aconteceu com aquele povo...

E, deixando Nazaré, foi morar em Cafarnaum, situada à beira-mar, nos confins de Zebulom e Naftali; para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías: Terra de Zebulom, terra de Naftali, caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios! O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz. (Mateus 4: 13-16)

JESUS VEIO MORAR NUM LUGAR QUE TINHA UM HISTÓRICO DE DERROTA

Havia tantos lugares melhores pra Jesus morar e começar seu ministério, mas Deus sempre releva o seu amor e não esquece de ninguém. Ali Jesus chamou seus primeiros discípulos, Pedro e André. Seu primeiro milagre foi realizado num casamento em Caná da Galiléia. Tantos outros milagres feitos ali. Ele trouxe Luz àquele povo, ele foi a Luz para eles! Assim como ele mudou a história daquele povo, pode mudar também a sua!

Moisés Pena

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Oboé, flauta e violão...só faltou o feijão tropeiro!!!

Paz a todos!

Mais uma vez subi ao palco da Sala Sergio Magnani na Fundação de Educação Artística em Belo Horizonte para realizar o recital Oboé, Flauta e Violão. Tive a oportunidade de tocar com dois grande músicos: Celso Faria (violão) e Alexandre Braga (Flauta). O programa estava recheado de brasilidade e diversidade de estilo. Apresentamos as peças Divertimento para oboé e violão de Guerra Vicente (originalmente escrito para flauta e violão); Sonatina para flauta e violão de Radamés Gnatalli; e também duas peças de compositores estrangeiros - Três peças breves para oboé e flauta do compositor francês Eugène Bozza e Duo para flauta e oboé do argentino Alberto Ginastera.

Gostaria de agradecer à Fundação de Educação Artística na pessoa de sua diretora Sra. Berenice Menegale, aos meus amigos Alexandre Braga e Celso Faria, e a todos que prestigiaram o recital. Segue abaixo o video de uma peça do programa.

Paz,

domingo, 10 de outubro de 2010

Chega de saudade.....!!!





Paz de Cristo a todos!

Bom, como todos sabem, estou morando em Belo Horizonte desde março desde ano. Foi uma mudança muito importante como também difícil. Digo isso pelo fato de morar longe dos meus pais, familiares e amigos.

Como minha esposa Angélica trabalhava em Belém, tive que vir para BH sozinho pelos primeiros quatro meses. Foi difícil pois sinto muito a falta dela, e também tive que organizar o início de nossa vida na terra mineira. Procurar apartamento, verificar mudança..etc. Tudo foi meio complicado, pois tive que fazer tudo sozinho, e como ela fez falta...!

Porém, no dia 29 de julho, ela veio, e como sempre digo "o apartamento está perfumado!" (risos). Como homem preciso confessar que minha mulher é muito, muito melhor do que eu quanto à decoração e organização do nosso lar. Ela de fato veio perfumar minha vida....!

Hoje, Deus têm nos dado um lindo lar. Verdade que ainda falta comprar alguns móveis e uma tv de, pelo menos 37 polegadas (risos), porém em tudo o que temos, e o que não temos, somos gratos ao Senhor!

Meu trabalho com a Orquestra Filarmônica de Minas está produzindo cada vez mais frutos e me dedico ao máximo naquilo que escolhi como trabalho e esporte. Além do mais, tenho alegria extra quando vejo a Angélica na platéia, pois lembro das vezes que desejei vê-la sentada ali, porém ela ainda trabalhava em Belém.

Termino esse post com esta máxima: Casar é bom demais! É verdade! Enquanto muitos acham que casamento é uma prisão, venho aqui contrariar esta idéia pois, não há nada mais prazeroso do que ter espaço garantido tanto para "direitos", quanto "deveres". Sim! Deveres! Num mundo tão cheio de egocentrismo, é dificil vermos pessoas se gloriando nos seus deveres. Querem somente os seus direitos. Por isso existem tantos "perfeitos" que estão solteiros. Por isso quero lhes uma coisa: Quanto existe amor mútuo, não há nada mais incrível quando duas pessoas de diferentes procedências e personalidades decidem caminhar juntos até que a morte os separem. Pensem nisso!!!

À propósito, você já disse ao seu marido ou esposa o quanto ele(a) é importante pra você? Experimente!!!

Paz,


Meu Deus..quanto tempo...

Paz a todos!

Já se passaram 4 meses depois do meu último post. Uau..!!!! Férias de blog! Não!!! Mas no final acabou sendo..rsrs

Na realidade, muitas mudanças ocorreram nas nossas vidas (Angélica e eu). Cidade nova, trabalho novo, rotina nova. E meu blog ficou sem atenção. Quase!

Nos próximos posts, farei um resumo dos fatos interessantes que ocorreram conosco como, o novo trabalho da Angélica, meus projetos com o meu grupo de música de câmara (Sexteto de Sete), igreja, eleições (é claro!!!) e a turnê da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Aguardem!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Britten, Bartok e Prokofiev. Música de Câmara em Belo Horizonte

No último dia 03, participei de um recital realizado na Sala Sergio Magnani, na Fundação de Educação Artística em Belo Horizonte. O recital teve início com a peça "Seis Metamorfoses" de Britten (vídeo abaixo da metamorfose número 1). Rommel Fernandes (violino), Iura de Rezende (clarinete) e Elisa Galeano apresentaram a peça "Contrastes" para violino, clarinete e piano de Bartok. No final foi executado o Quinteto para oboé, clarinete, violino, viola e contrabaixo do compositor russo Prokofiev. Participaram do recital alguns membros da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais como, Rommel Fernandes, Nathan Medina (viola) e Brian Fountain (contrabaixo).



sábado, 26 de junho de 2010

Imagens de um trabalho dedicado

Gostaria de compartilhar com vcs duas fotos tiradas pelo fotógrafo Alessandro Gomes, em ocasião do concerto da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais que se apresentou na cidade de Uberlândia. Estamos em turnê pelo oeste e sul de Minas; nos apresentamos em Tupaciguara, Araguari, Pouso Alegre, Alfenas e ainda vamos tocar em Guaxupé e Poços de Caldas (Termas!!! Aqui vou eu...rsrs).






É maravilhoso fazer do trabalho o seu maior lazer!













Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...